segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Beat

meu coração
quantas vezes
range

4 comentários:

Antônio Poeta disse...

Vi um texto seu repassado pela amiga Sandra Antnioli... Amei de alma, viu!
Poeta val, vá por favor conhecer esse projeto http://revista-de-poesias.blogspot.come, gostando, enfim, querendo expor por lá com a gente, me avise, pois este aqui já é um convite oficial, ok!
Meu e-mail é portalantoniopoeta@hotmail.com
Beijos e paz... Te aguardo!
Antônio José

.Leonardo B. disse...

[corram os rios para norte ou para sul, que baterá sempre o coração de qualquer maneira, sem margem ou fronteira]

um imenso abraço

Leonardo B.

Dreamer disse...

Tanto bate quanto range.

Seus textos são fabulosos, moça!

Analuka disse...

Sim, às vezes range!... e às vezes pulsa, pula, canta, chora, vibra, se incendeia!... Beijos pintados, amiga Val.