sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Você por você mesmo ou de onde vim por onde andei...tenho rastro?

na dúvida, ainda queimo noites.
é fato.

arranho paredes
escrevo
fuço
converso
sereno ânimos
e continuo ventríloco do mundo imaginário de onde a palavra foge bem dita
ecoando, ecoando...
até alcançar os jardins dos incansáveis.

Manoel de Barros, meu poeta de passarinho, beira de rio, passagem escondida, trilha e outros carinhos.
o imortalizado e moço, Machado de Assis, seu licor de aniz, do mais puro veneno.
soletrado trás pra frente,
como em um brinde,
vinde ler e ver o velho verso,
do meu Fernando Pessoa[l] e íntimo.
de pijamas

ao meu lado
longas noites feitas com horas de frio e verão.
em meio a flores de alcaçuz, eu leio passeando minhas idas por todos os Eles e Elas,
de tudo até mais e mais e um pouco.
até me derreter ou ficar cheia como lua,
invadida por esses homens
tantos
que me acordam noite a noite
sob o mais puro enlevo que há nesse tipo de açoite,
por essas tantas mulheres Clara, Clarice, Cecília,Florbela, Alice, Marina,
que embriagam

me mastigam tão bem.
e salvando-me,
todos
Eles & Elas
mantêm-me longe dos que vivem "poeticamente" promíscuos entre isto, aquilo e a tal da ignorança.
os que edificam suas pontes em poesia para falar sobre bundas e seus derivados.
poupem-me.
eu sou leitora.
parte de mim geme por candelabros
e alguma luz
para os que não conseguem
ler
ver
ler
ver


enfim.



18 comentários:

Cherry disse...

A-ha! Achei teu rastro, sua danadinha! rs
Nem sei se vc se lembra de mim, mas eu não esqueci vc...rs
E fico feliz com esse reencontro mostrando nas tuas palavras que somos feitas da mesma matéria, andamos por caminhos iguais (em épocas diferentes, suponho...), mas temos muito, muito em comum. A palavra nos torna próximas...

Beijos, querida.

Héber Sales disse...

Te conheço, sim. Que prazer. Beijo grande. Amo-la.

Val Freitas disse...

Cherry, nunca esqueceria de alguém como você. :) um imenso prazer reenocntrar os amigos sim.
beijos!

Héber: amor explícito.

Val Freitas disse...

Cherry, nunca esqueceria de alguém como você. :) um imenso prazer reenocntrar os amigos sim.
beijos!

Héber: amor explícito.

Val Freitas disse...

Cherry, nunca esqueceria de alguém como você. :) um imenso prazer reenocntrar os amigos sim.
beijos!

Héber: amor explícito.

Nanda disse...

Gostei de sua poesia, tive acesso a ela através do Diversos Afins. E esse lance de escrever acaba sempre se tornando um forma de identificação. Abraços ternos...

Val Freitas disse...

oi Nanda! considere-se super muito bem vinda. os caminhos são assim, parecidamente semelhantes. graças aos deuses que nos escrevem dia-a-dia. :)

mario cezar disse...

conheço este nome; rastro da febre, que ninguém esqueçe; esta brasa inquieta; este sonoro resíduo de sol e cravo; conheço esta penumbra, tem o sopro de algum beijo partido; tem a saga do pássaro e um pedido de aurora

Val Freitas disse...

Mario, nenhuma palavra que outro me diga, substitui a tradução que só você sabe fazer de mim para mim. me orgulho disso, poeta. ser parte dessa tua lanterna, orelha esticada de livro antigo...passagem de horase dias a fio e frio. lindo, lindo tye rever aqui, entre mim e meus móveis conspiradores. segura o meu abraço?

eu disse...

como segurar teu abraço? esta canção em riste; este rumor de mar; esta fresta, de diversos idiomas

Val Freitas disse...

ê Mario, essa tua natureza é de outro jardim...

Val Freitas disse...

ê Mario, essa tua natureza é de outro jardim...

romério rômulo disse...

val:
te encontrei na diversos afins.
e gostei desses quadris concretos.
romério

romério rômulo disse...

val:
pra te deixar meu endereço.
romério

Val Freitas disse...

Romerio: já estamos trocando visitas. adorei. obrigado!

D. disse...

Menina, vc escreve muito bem, é poeta das melhores. Fiquei feliz por te encontrar ao acaso.
Dei uma volta por aqui, li o poema p LOurenço- que lindooooo.
Tb tenho um livro vivo e pedindo para sair, pero... preciso de revisor, editor... Escrevo mini contos. Na página do Nassif tem alguns, no meu blog tem muitos espalhados entre outras cositas más.
um abraço,
Laura
http://blogln.ning.com/profile/LauraDiz
www.lauravive.blogspot.com

Giz de Cera - Fruição e arte - Barbacena - MG disse...

D.E.L.Í.C.I.A ...AQUI é um recanto...ouço vozes no silencioso navegar de minha canoa caiçara.

Val Freitas disse...

Laura: já te visitei, sim. sempre muito novo e gratificante encontrar mais semlehantes. beijo e obrigada! :)

Edu: você é sempre meu ilustre leitor com quem também troco artes! salve Minas...beijos, amado!